Últimas Notícias

Homem é preso após ameaça de bomba e tenta levar avião a Soshi...
Esporte que constrói o Brasil.

TÔ FORA!

João Havelange (presidente de Honra da FIFA)

"Eu volto a minha época, quando isso não existia. O que aconteceu é que o grande atleta olímpico, hoje, não é amador. Cada um quer se apresentar e chegar e, para poder ganhar mais dinheiro, muitas vezes faz aquilo que a lei não lhe permite. Mais uma vez, é o dinheiro. É a loucura pelo dinheiro. A gente, às vezes, tem choque ao ver aqueles que foram pegos neste problema que é grave... Todo mundo quer aparecer. No final, vai ser propaganda de A, B ou C, ou vai ganhar um contrato. Eu compreendo, porque o sujeito é jovem e eu fui jovem. Na minha época, isso não existia. Será que eu não faria? É o tal negócio, a gente só faz imputar. O que a gente tem que ver é o porquê essa gente chega lá. Porque quer um contrato, quer isso e quer aquilo. Em uma Copa do Mundo, são 32 times, cada time tem 23 jogadores e quantos dopings se encontra? Isso, porque os atletas já se conscientizaram na base o respeito. É isso que tem que fazer. E o atleta tem que se conscientizar."

João Havelange ao MemoriaOlimpica.com


Fatal error: Call to a member function getLink() on a non-object in /home/storage/a/b4/92/memoriaolimpicabrasi/public_html/incs/coluna_direita_entrevistas.codigo.php on line 29