Últimas Notícias

Homem é preso após ameaça de bomba e tenta levar avião a Soshi...
Esporte que constrói o Brasil.

Memória Olímpica

Emerson Fittipaldi

09_03_fittipaldi_capa_interna_680Arte: Paula Sattamini

A história do Brasil na Fómula 1 é repleta de conquistas. O país já faturou o título oito vezes, com três pilotos diferentes. Ayrton Senna, tricampeão, é considerado o maior ídolo do automobilismo brasileiro. Senna aliou talento a carisma como poucos. Nelson Piquet também foi três vezes campeão. Mas a tradição do Brasil na categoria começou graças a um nome: Emerson Fittipaldi. 

fittipaldi_420Nascido em São Paulo, no dia 12 de dezembro de 1946, Fittipaldi se tornou o primeiro brasileiro campeão mundial de Fórmula 1, em 1972. Dois anos depois, repetiu o feito, conquistando o bicampeonato. A trajetória de Emerson nas pistas sempre foi vitoriosa. Antes mesmo de chegar à Formula 1, o brasileiro conquistou títulos importantes na Europa. Venceu a Fórmula Ford e a F3 Inglesa. Em 1970, estreou na categoria mais importante do automobilismo mundial. Disputou apenas cinco provas na sua primeira temporada na Fórmula 1. Com a equipe Lotus, Fittipaldi impressionou logo de cara. Pontuou em sua primeira prova. Na quarta corrida, o brasileiro venceu o GP dos Estados Unidos.

O ano de 1971 não foi dos melhores para Emerson, que fechou o campeonato com 16 pontos, na sexta colocação. Mas, em 1972, o brasileiro colocou seu nome na galeria dos campeões mundiais de Fórmula 1. Foram cinco vitórias naquela temporada e 61 pontos que garantiram o primeiro título de um piloto brasileiro na categoria. Fittipaldi se tornou também o campeão mais jovem da Fórmula 1 até aquele momento, com 25 anos e 29 dias. 

Em 1973, Emerson manteve a regularidade. Venceu três provas e acabou com o vice-campeonato. No ano seguinte, o paulista trocou a Lotus pela McLaren. E logo na sua primeira temporada pela nova equipe, Fittipaldi faturou o título. Ganhou três corridas, somou 55 pontos e comemorou o bicampeonato. Em 1975, ainda pela McLaren, foi vice novamente. Emerson completou quatro temporadas seguidas entre os dois primeiros colocados da Fórmula 1.

No auge da carreira, o piloto deixou a McLaren para montar a sua própria equipe. Junto com o irmão Wilson, fundou a Coopersucar, que depois virou apenas Fittipaldi. Pela escuderia, Emerson correu até 1980, quando deixou a Fórmula 1. Seu melhor resultado foi o segundo lugar no GP do Brasil de 1978. 

Após sair da Fórmula 1, Fittipaldi ficou quatro anos afastado das pistas. Retornou em 1984, para correr na Fórmula Indy. Conquistou o título da categoria em 1989, a bordo da Patrick/Penske, quando se tornou o primeiro brasileiro a vencer as tradicionais 500 Milhas de Indianápolis. Em 1996, depois de sofrer um acidente no circuito de Michigan, encerrou a carreira. 

Texto baseado no livro "Heróis do Esporte Brasileiro", do autor Eduardo Costela (Editora Europa, 2010).


Fatal error: Call to a member function getLink() on a non-object in /home/storage/a/b4/92/memoriaolimpicabrasi/public_html/incs/coluna_direita_os_jogos.codigo.php on line 28