Últimas Notícias

Homem é preso após ameaça de bomba e tenta levar avião a Soshi...
Esporte que constrói o Brasil.

MEMÓRIA OLÍMPICA

Atenas, Grécia - 1896

atenas_276

Um novo começo: ATENAS 1896


Abertura: 6 de abril de 1896
Encerramento: 15 de abril de 1896

A realização dos Jogos Olímpicos em Atenas, iniciada em 6 de abril de 1896, aconteceu graças ao esforço do educador francês Pierre de Frédy, o barão de Coubertin, que internacionalizou as competições e transformou em realidade um sonho antigo dos gregos. O resultado foi numa importante vitória para a Grécia, dentro e fora do estádio.

Os Jogos Olímpicos de 1896 ou Jogos da I Olimpíada (chama-se olimpíada o período de quatro anos entre os Jogos) aconteceram no território helênico e não foram organizados pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), mas sim pelo comitê organizador grego.

A Grécia voltou a ser o principal referencial simbólico dos Jogos Olímpicos entre as nações participantes, conseguindo conquistar, nesta primeira edição, 46 medalhas (recorde entre os competidores) e assistiu ainda à vitória do atleta grego Spyridon Louis, que venceu a maratona em 2horas e 58minutos, em sua primeira edição internacional, e foi aplaudido de pé no Estádio Olímpico.

O Comitê Olímpico Internacional registra que mais de 100 mil pessoas acompanharam a vitória de Spyridon Louis, um pastor de ovelhas de 24 anos de idade, que venceu com mais de sete minutos de vantagem sobre o segundo colocado. E a maratona masculina (a feminina foi introduzida em 1984 nos Jogos de Los Angeles), principal competição do atletismo, ainda hoje, no século XXI, é a prova que fecha o calendário dos Jogos.

Um hino olímpico composto por Spiros Samaras (música) e Kostis Palamas (letra) foi primeiro executado nos Jogos Olímpicos de 1896. Posteriormente, uma variedade de “trilhas sonoras' enriqueceu as Cerimônias de Abertura dos Jogos até 1960, quando a composição de Samaras/Palamas se tornou o Hino Olímpico oficial após decisão tomada pelo COI em 1958.

A maioria dos 241 atletas masculinos era grega ou de origem grega, visto que não houve tempo hábil para o comitê grego comunicar ao mundo a retomada dos Jogos devido aos meios de comunicação da época. Mesmo assim, atletas de 14 países participaram das 43 competições previstas. Determinadas provas em dupla foram realizadas com atletas de nacionalidades diferentes.

As mulheres não participaram de nenhuma competição porque na época muito poucas praticavam esportes. Além disso, não houve muita propaganda dos Jogos. Entretanto, uma grega muito pobre, de nome Stamata Revithi, tinha ouvido falar da maratona, de prêmio, talvez em dinheiro, e resolveu correr para poder comprar comida para seus três filhos. Devido à má informação do comitê local, ela correu a maratona no dia seguinte ao da prova oficial em 4:30, conforme atestado pelos jornais da época. Como muitos jornalistas não sabiam seu nome, apelidaram-na de Melpomene, o nome da deusa grega da tragédia, já que ela não havia conseguido seu objetivo, mas ficou registrado na imprensa local seu feito extraordinário.

Os Estados Unidos foram o outro país que saíram dos Jogos maiores do que entraram. A primeira competição dos Jogos Olímpicos da era moderna foi o salto triplo e o americano James Connolly foi o primeiro campeão olímpico em 15 séculos, desde que Jogos foram proibidos pelo imperador romano Teodósio I, que, convertido ao cristianismo, classificava os Jogos Olímpicos como festa pagã.

“Jamie” Connolly, como era também chamado, conseguiu ainda a segunda colocação no salto em altura e a terceira no salto em distância. O desempenho no triplo lhe deu a medalha de prata e um ramo de oliva. A medalha de ouro só chegou aos Jogos Olímpicos em 1904, nas competições de St. Louis, nos Estados Unidos.

O atletismo proporcionou aos Estados Unidos nove vitórias entre as 11 provas do calendário, com o primeiro lugar na classificação geral, a Grécia ficou em segundo.

A terceira colocação ficou com a Alemanha, em consequência do excepcional desempenho da equipe de ginastas. Os alemães venceram cinco das nove provas realizadas, conseguindo o segundo lugar em três competições. Na última prova ficou na terceira colocação.

Modalidades disputadas:

Atletismo - Ciclismo - Esgrima - Ginástica Artística - Levantamento de Pesos - Luta Greco-Romana - Natação - Tiro - Tênis

* As medalhas de ouro, prata e bronze como se conhece hoje em dia para o primeiro, segundo e terceiro lugares, respectivamente, só foram introduzidas nos Jogos em 1904. Em 1896, o primeiro lugar recebeu uma medalha de prata e o segundo lugar uma de bronze. O terceiro lugar não recebeu medalha

 

Ranking  País Ouro Prata Bronze Total
1 Estados Unidos 11 7 2 20
2 Grécia 10 17 19 46
3 Alemanha 6 5 2 13
4 França 5 4 2 11
5 Inglaterra 2 3 2 7
6 Hungria 2 1 3 6
7 Áustria 2 1 2 5
8 Austrália 2 0 0 2
9 Dinamarca 1 2 3 6
10 Suíça 1 2 0 3
11 Equipe Mista** 1 1 1 3

Total 43 43  36  122 

Notas:

* As medalhas de ouro, prata e bronze só foram introduzidas nos Jogos em 1904. Em 1896 o primeiro lugar recebeu uma medalha de prata e o segundo lugar uma de bronze. O terceiro lugar não recebeu medalha.
** Atletas de diferentes nacionalidades que competiram por uma mesma equipe. 

 Fonte: Arquivos do Comitê Olímpico Internacional (www.olympic.org).

A primeira participação do Brasil em Jogos Olímpicos de Verão aconteceu em 1920.

 

A primeira participação do Brasil em Jogos Olímpicos de Verão aconteceu em 1920.


Fatal error: Call to a member function getLink() on a non-object in /home/storage/a/b4/92/memoriaolimpicabrasi/public_html/incs/coluna_direita_os_jogos.codigo.php on line 28