Últimas Notícias

Homem é preso após ameaça de bomba e tenta levar avião a Soshi...
Esporte que constrói o Brasil.

MEMÓRIA OLÍMPICA

Salt Lake City, Estados Unidos - 2002

2002_276Escândalo de arbitragem não ofusca o brilho dos Jogos: Salt Lake City 2002


A quarta edição dos Jogos de Inverno em solo norte-americano foi disputada entre os dias 8 e 24 de fevereiro de 2002, em Salt Lake City. A capital do estado de Utah recebeu 886 mulheres entre os 2399 atletas das 77 diferentes nações participantes. Com a volta do skeleton ao Programa, as Olimpíadas contaram com sete esportes e 78 modalidades.

Após duas Olimpíadas com apenas um representante, a quarta participação brasileira nos Jogos Olímpicos de Inverno contou com 11 atletas. Na competição, as atletas brasileiras também voltaram a estar presentes, com Mirella Arnhold e Franziska Becskehazy. O evento marcou a estreia brasileira no cross country, no luge e no bobsled.

A equipe verde e amarela de bobsled – formada por Cristiano Paes, Edson Bindilatti, Eric Maleson, Matheus Inocêncio e o reserva Rodrigo Palladino – conseguiu terminar a competição na 27ª posição. Também no gelo, Ricardo Raschini e Renato Mizoguchi disputaram o Luge. Ricardo foi o 45° e Renato o 46°.

No esqui alpino, dois brasileiros competiram no slalom gigante. Mirella Arnhold foi a 48ª colocada e Nikolai Hentsch caiu e foi desclassificado. No esqui cross country, Franziska Becskehazy ficou em 59° na prova de 10km, mesma posição de Alexander Penna, que disputou os 50km.

Entre os países participantes, se destacaram a Estônia e a Croácia – estreantes no pódio olímpico de inverno – além da China e Austrália, que conquistaram suas primeiras medalhas de ouro.

Segundo lugar no luge, o alemão Georg Hackl se tornou o primeiro atleta na história olímpica a conquistar medalhas cinco vezes seguidas na mesma modalidade individual.

Na disputa do bobsled feminino, a norte-americana Vonetta Flowers foi medalha de ouro, se tornando a primeira negra campeã olímpica de inverno. O primeiro negro foi o canadense Jarome Iginla, do hóquei no gelo, que também alcançou o lugar mais alto do pódio em Salt Lake.

Durante a competição de patinação artística em duplas, um escândalo na arbitragem resultou na premiação de dois duetos com o ouro olímpico. Após as apresentações finais, os canadenses Jamie Salé e David Pelletier eram os favoritos ao ouro. No entanto, o resultado final dava a dupla russa, formada por Elena Berezhnaya e Anton Sikharulidze, como campeões. Ao final, descobriu-se que a juíza francesa Marie Reine Le Gougne havia sido pressionada pela federação francesa a apoiar os russos, e o COI decidiu dar a medalha de ouro para os canadenses também.

O quadro de medalhas de Salt Lake teve a Noruega em primeiro, com 13 ouros, cinco pratas e sete bronzes. Apesar das 36 medalhas, 11 a mais do que os noruegueses, a Alemanha ficou em segundo, com 12 medalhas de ouro, 16 de prata e oito de bronze.

 

Ranking  País Ouro Prata Bronze Total
1 Noruega 13 5 7 25
2 Alemanha 12 16 8 36
3 Estados Unidos 10 13 11 34
4 Canadá 7 3 7 17
5 Rússia 5 4 4 13
6 França 4 5 2 11
7 Itália 4 4 5 13
8 Finlândia 4 2 1 7
9 Holanda 3 5 0 8
10 Áustria 3 4 10 17
11 Suíça 3 2 6 11
12 Croácia 3 1 0 4
13 China 2 2 4 8
14 Coreia do Sul 2 2 0 4
15 Austrália 2 0 0 2
16 República Tcheca 1 2 0 3
17 Estônia 1 1 1 3
18 Grã-Bretanha 1 0 1 2
19 Suécia 0 2 5 7
20 Bulgária 0 1 2 3
21 Japão 0 1 1 2
22 Polônia 0 1 1 2
23 Bielorússia 0 0 1 1
24 Eslovênia 0 0 1 1
  Total 80 76 78 234

Fonte: Arquivos do Comitê Olímpico Internacional (olympic.org).

 

 

Chefe de Missão: Edson Menezes
Número de atletas: 11 (9 homens e 2 mulheres)
Participação brasileira: 4 modalidades

Bobsleigh 
Cristiano Rogério Paes 
Edson Bindilatti 
Eric Maleson 
Matheus Inocêncio 

Esqui Alpino
Marcelo Apovian 
Mirella Arnhold 
Nikolai Hentsch 

Esqui Cross Country 
Alexander Douglas Penna 
Franziska Becskehazy 

Luge
Renato Mizoguchi 
Ricardo Raschini  

Onze atletas representam o Brasil em Salt Lake City

 

Os Jogos de Salt Lake City 2002 entraram para a história olímpica do Brasil. Com onze atletas (nove homens e duas mulheres), foi a maior delegação brasileira em Jogos Olímpicos de Inverno, com o país ganhando espaços generosos na mídia internacional. Nos Estados Unidos, Mirella Arnhold e Franziska Becskehazy voltaram a colocar o nome da mulher brasileira no programa olímpico de inverno. A última representante do Brasil em Jogos Olímpicos de Inverno fora Evelyn Schuler, no esqui alpino, em Albertville 1992.

Mirella foi a 48ª colocada no slalom gigante do esqui alpino. Já Franzi ficou em 59° na prova de 10 km do esqui cross country. Junto de Alexander Penna, 59° nos 50 km, os dois marcaram a primeira participação brasileira nas provas de cross country. Nikolai Hentsch, com apenas 18 anos, completou a participação do Brasil em provas de esqui, mas acabou desclassificado ao cair e perder uma passagem obrigatória.

Até os Jogos Olímpicos de Inverno de Nagano, no Japão, em 1998, o Brasil só havia participado de provas de esqui alpino. Em Salt Lake City, os brasileiros estrearam, além de no cross country, no luge e no bobsled. Ricardo Raschini e Renato Mizoguchi, 45° e 46° lugares, respectivamente, foram os pioneiros do Brasil no luge. Ricardo chegou a atingir 136 km horários na competição, mais rápido até do que o trenó do bobsled.

A equipe de bobsled do Brasil, formada por Eric Maleson, Matheus Inocêncio, Edson Bindilatti, Cristiano Paes e Rodrigo Palladino (reserva), também teve uma boa participação nos Jogos, terminando em 27º lugar na classificação final. Curiosos com a presença de atletas de um país tropical na modalidade, os jornais americanos deram destaque aos brasileiros, chamados de "Bananas Congeladas", numa tradução livre.


Fatal error: Call to a member function getLink() on a non-object in /home/storage/a/b4/92/memoriaolimpicabrasi/public_html/incs/coluna_direita_os_jogos.codigo.php on line 28