Últimas Notícias

Homem é preso após ameaça de bomba e tenta levar avião a Soshi...
Esporte que constrói o Brasil.

MEMÓRIA OLÍMPICA

Cidade de Singapura, Singapura - 2010

Um futuro promissor: Jogos da Juventude, SINGAPURA 2010

 

Para uma cidade-Estado com apenas 5 milhões de habitantes, a chegada e permanência de 3.522 jovens atletas, durante quase duas semanas, é um extraordinário evento que não poderia passar despercebido. E foi, exatamente, isso o que aconteceu. Entre os dias 14 e 26 de agosto de 2010, em Singapura, no sudeste asiático,  aconteceu a primeira edição dos Jogos Olímpicos da Juventude de Verão, promovidos pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), com 26 modalidades, para estimular o surgimento de novos atletas e fomentar a integração entre potenciais revelações olímpicas.

Uma jovem multidão, com idades entre 14 e 18 anos, agitou a cidade durante pouco mais do que dez dias. A festa de encerramento e a cerimônia de abertura aconteceram na localidade de Marina Bay. Os atletas masculinos formavam uma pequena maioria (1.846), em comparação às participantes femininas (1.676). Representavam 205 países, dos quais 93 conquistaram medalhas.

Em Singapura, mais de 1.900 jornalistas e 160 emissoras de TV foram credenciadas para cobrir o evento que teve de 3,6 milhões de acessos na internet através do Facebook, Twitter e Flickr. Metade da audiência tinha entre 13 e 24 anos de idade.

Nos Jogos da Juventude as provas de natação masculina, arco e flecha, badminton, boxe, ciclismo, hipismo, handebol, pentlato moderno, tiro, remo, triatlo, tênis e vôlei foram disputadas por atletas que tinham , no máximo, 18 anos e 7 meses, ou seja, nasceram depois de 1 de janeiro de 1992, data limite definida pelo COI e pelas federações internacionais. Todas as demais modalidades foram disputadas por atletas de 16 e 17 anos. Os nascidos depois de 31 de dezembro de 1994 não puderam participar.

O porta-bandeira de cada país entrou sozinho na cerimõnia de abertura. Mas, no encerramento, os atletas desfilaram juntos, sem distinção de países, reforçando o espírito de união da competição. O tenista Tiago Fernandes foi o porta-bandeira que representou o Brasil.

Não houve quadro oficial de medalhas por países, como acontece nas competições olímpicas. A idéia era mesmo ressaltar o caráter formador e de integração, minimizando a rivalidade. Algumas provas foram disputadas por  seleções continentais, como a da Ásia, no handebol, e das Américas do Norte e Central e do Caribe, no futebol.

No atletismo e, também, no esgrima por equipes, as competições aconteceram em provas disputadas por atletas de diferentes países do mesmo continente. O COI instituiu um limite de 70 atletas em modalidades individuais e duas vagas em esportes coletivos, para cada país, uma no masculino e outra no feminino, desde que o candidato atingisse a classificação estabelecida.

Os Jogos da Juventude, entretanto, tiveram antecedentes. No ano de 2007, Singapura promoveu os Jogos da Juventude Asiática, com mais de 1.300 atletas entre 14 e 17 anos e participação de 45 países da região que competiram em 10 modalidades: atletismo, basquete, boliche, futebol, natação, saltos ornamentais, iatismo, tênis de mesa, tiro e vôlei de praia.

O sucesso do evento foi fundamental para a escolha da cidade como sede da primeira edição dos Jogos Olímpicos da Juventude, criados pelo COI em 2007, durante reunião anual realizada na Guatemala.

Apresentaram-se como candidatas nove cidades - Atenas, Bancoc (Tailândia), Debrecen (Hungria), Poznan, (Polônia), Moscou, Turim, Kuala Lumpur (Malásia) além de Guatemala e de Cingapura. Moscou, que conseguiu 44 votos e Singapura, com 53, foram as finalistas.

A primeira edição de inverno dos Jogos da Juventude foi anunciada em dezembro de 2008 e aconteceu em 2011, na cidade de Innsbruck, na Áustria que também sediou os Jogos Olímpicos de Inverno em 1964 e em 1976 e dos Jogos Paralímpicos de Inverno em 1984 e 1988. Durante 10 dias, os  atletas disputaram sete modalidades olímpicas: biatlo, bobsleigh, curling, hóquei no gelo, luge, patins e esqui.

A segunda edição dos Jogos da Juventude de Verão, em 2014, acontecerá em Nanjing, na China.

Não houve quadro oficial de medalhas por países. Algumas provas foram disputadas por seleções continentais, como a da Ásia, no handebol, e das Américas do Norte e Central e do Caribe, no futebol.

Chefe de Missão: Adriana Behar
Número de atletas: 79 (45 homens 34 mulheres)
Participação brasileira: 20 modalidades

Atletismo Feminino
Andressa Moreira Fidelis
Jessica Carolina Alves dos Reis
July Ferreira da Silva
Natania Habitzreiter
Saionara Pavanatto
Tamara Alexandrino de Sousa

Atletismo Masculino
Antonio César Rodrigues
Caio Cezar Fernandes dos Santos
Felipe Mathias Weber Hickmann
Ioran Fernandes Etchechury
Jean Roberto Franchini da Silva
Joseílton Costa Cunha
Paulo Sérgio dos Santos Oliveira
Thiago Braz da Silva

Basquete
Erika Regina Leite 
Isabela Ramona Lyra Macedo 
Joice dos Santos Coelho 
Stephanie Costa de Oliveira

Boxe
David Lourenço

Canoagem
Isaquias Queiroz

Ciclismo Feminino 
Mayara Perez

Ciclismo Masculino 
Guilherme Pinerua
Leandro Miranda
William Alexi

Esgrima
Guilherme Melaragno

Ginástica Artística Feminina 
Daienne Cardoso Lima
Harumi Maruki Freitas

Ginástica Artística Masculina 
Arthur Nory Oyakawa Mariano

Handebol Feminino 
Ana Eduarda Vieira 
Caroline Aparecida Nogueira Martins 
Daise de Oliveira Souza
Deborah Hannah Pontes Nunes 
Fernanda Rigo Marques 
Francielle Gomes da Rocha 
Isadora Freitag Garcia 
Juliana Malta Varela de Araújo 
Keila Oliveira Alves 
Lais Bordin da Silva 
Larissa Fais Munhoz Araújo 
Miriam Franco Galvão
Patrícia Batista da Silva 
Thayanne Nogueira Lopes

Handebol Masculino
André Alves Leal 
Arthur Malburg Patrianova 
Daniel Vieira da Luz
Fernando Skrebsky Dutra 
Fúlvio Correa Volpe 
José Filipe Costeira Rocha 
Leonardo Menegon de Oliveira 
Matheus Abrahão Francisco 
Matheus Costa Dias 
Ricardo Rizzo Assef 
Rodolfo Malandrin de Oliveira 
Roney Bengivenga Franzini  
Victor de Campos Lúcio  
Welton Guilherme Caula de Lima

Hipismo 
Guilherme Dutra Foroni

Judô Feminino 
Flávia Gomes

Judô Masculino 
Matheus Machado

Natação Feminina 
Alessandra Marchioro
Bruna Rocha 
Carolina Bergamaschi 
Julia Gerotto

Natação Masculina 
Pedro Domingos 
Pedro Henrique Souza 
Victor Rodrigues 
Vinicius Borges 

Pentatlo Moderno
William Muinhos

Remo
Tiago Ribeiro Braga

Saltos Ornamentais
Pedro Amorim Abreu
Nicoli Cruz

Tênis
Tiago Fernandes 

Tênis de Mesa Feminino 
Caroline Kumahara

Tênis de Mesa Masculino 
Eric Jouti

Tiro Esportivo 
Felipe Wu

Triatlo
Iuri Venuto

Vela
Alexander Elstrodt 
Cláudia Mazzaferro
Wendy Stouder Soares

 

Notas:
1- No judô, Matheus Machado substituiu Henrique Silva, que teve uma lesão no ombro na preparação em Dubai e foi cortado da delegação.
2- Brunna Araújo, da modalidade tiro com arco, foi convocada, mas, já em treinamento na Ásia, a atleta sentiu fortes dores nas costas que a impediram de seguir até Cingapura para participar dos Jogos.

Com 81 atletas que competiram em 18 esportes, o Brasil conquistou duas medalhas de ouro (com Caio dos Santos no salto em distância e com Davi Lourenço da Costa no boxe até 69kg), três de prata (com Flavia Gomes no judô até 63kg, Thiago Braz da Silva no salto com vara  e Felipe Wu no tiro esportivo, prova com carabina de ar 10m) e uma de bronze (no handebol feminino), em Cingapura.

Com estes números, o Brasil ficaria na 22ª posição no quadro de medalhas. O tenista Tiago Fernandes foi o porta-bandeira que representou o país na Cerimônia de Abertura.


Fatal error: Call to a member function getLink() on a non-object in /home/storage/a/b4/92/memoriaolimpicabrasi/public_html/incs/coluna_direita_os_jogos.codigo.php on line 28