Últimas Notícias

Homem é preso após ameaça de bomba e tenta levar avião a Soshi...
Esporte que constrói o Brasil.

Memória Olímpica

Hino Olímpico

hinoolimpico_425Composto em 1896 pelos gregos Spyridon Samaras, músico, e Kostís Palamás, poeta/letrista, o Hino Olímpico (em grego: Ολυμπιακός Ύμνος) foi adotado pelo Comitê Olímpico Internacional apenas em 1958.

O Hino é executado durante a Cerimônia de Abertura de cada edição dos Jogos, quando a Bandeira Olímpica é hasteada, e na Cerimônia de Encerramento, quando ela é baixada. No início, já a partir dos Jogos de Roma 1960, ele era cantado somente em grego. Em edições posteriores, entretanto, foi traduzido para o idioma do país anfitrião.

A versão original em grego voltou a ser cantada nas cerimônias de Abertura de Em Sidney 2000, Atenas 2004 (obviamente) e Pequim 2008, além da primeira edição dos Jogos Olímpicos da Juventude, em Cingapura, no ano de 2010. Nos Jogos Olímpicos de Inverno de Turim, em 2006, e nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, em 2007, foi utilizada uma versão instrumental e resumida do Hino.

Confira a letra:

Oh! arcaico espírito imortal, imaculado pai da
beleza, da grandeza e da veracidade,
desça, se faça presente e faça brilhar aqui e
mais além, na Glória de sua Terra e Céu.

Na corrida, na luta e no arremesso, faça
brilhar o ímpeto das nobres competições,
modelando com aço e dignidade o corpo,
coroando-o com a imperecível rama do louro.

Campos, montanhas e mares se vão contigo tal
como um alvi-rubro magno templo, para o
qual se conduz aqui como seu peregrino, oh!
arcaico espírito imortal, cada nação.


Fatal error: Call to a member function getLink() on a non-object in /home/storage/a/b4/92/memoriaolimpicabrasi/public_html/incs/coluna_direita_os_jogos.codigo.php on line 28