Últimas Notícias

Homem é preso após ameaça de bomba e tenta levar avião a Soshi...
Esporte que constrói o Brasil.

ENTREVISTAS

Lamartine DaCosta é homenageado na Alemanha

12/08/2014
Esportes relacionados:

lamartine_webdoor_texto_680

 

ESPORTE  ESSENCIAL ACOMPANHA O CENTRO DE ESTUDOS OLÍMPICOS DE BARCELONA E A UNIVERSIDADE DE MAINZ – ALEMANHA NAS HOMENAGENS AO PROFESSOR LAMARTINE DACOSTA

 

Há cinco décadas o professor Lamartine DaCosta tem tido seu nome ligado a várias iniciativas importantes no esporte e na Educação Física  brasileira. Ele foi um dos pioneiros na reformulação do treinamento esportivo com bases científicas nos anos de 1960; renovou a gestão do esporte promovendo o primeiro grande diagnóstico das práticas esportivas no país no início da década de 1970; e na Copa do Mundo de Futebol de 1970 atuou no bem sucedido planejamento da adaptação da seleção brasileira à altitude do México. 

Tendo em vista esses resultados, Lamartine DaCosta recebeu um prêmio internacional também no final da década de 1960, outorgado pela Academie du Conseil International du Sport Militaire (Bélgica), pelos seus estudos inovadores sobre a influência do clima tropical e da altitude em atletas. Neste período, ele iniciou sua carreira acadêmica, sendo um dos professores fundadores do primeiro mestrado em Educação Física do Brasil, na Universidade de São Paulo, em 1979. Da década de 1980 em diante, lecionou e fez pesquisas em diversas universidades do Brasil e do exterior, dedicando-se na área esportiva à gestão e à filosofia, obtendo a livre docência na primeira disciplina (Universidade do Estado do Rio de Janeiro - 1988) e o doutoramento na segunda (Universidade Gama Filho - 1989).

img_7008_texto_564Nos anos de 1990, destacou-se mais uma vez em termos internacionais a promover a prioridade do meio ambiente na gestão e na filosofia do esporte. Como tal, foi um dos organizadores em 1992 da Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente no Rio de Janeiro, tendo influenciado na inclusão do Comitê Olímpico Internacional (COI) e de outras entidades internacionais de esporte no Movimento Ambientalista. Seu livro bilíngue (português e inglês) “Esporte e Meio Ambiente” de 1997 tornou-se um marco por ter sido patrocinado e divulgado pelo COI e pela Universidade do Porto (Portugal) em escala mundial.

Mas as relações com o Movimento Olímpico e as com a filosofia do Olimpismo aconteceram inicialmente em 1968, nos Jogos Olímpicos do México. Na ocasião, Lamartine DaCosta fez um estudo pioneiro in loco sobre mudanças urbanas e impactos nas instalações esportivas em razão do megaevento olímpico  daquele ano.  Esta pesquisa foi publicada em livro de 1969 pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e ainda tem validade por ter criado uma abordagem de análise até hoje adotada na área acadêmica de “Estudos Olímpicos”. 

Por esta razão, a Universidade Johannes Gutenberg, sediada em Mainz (Alemanha), decidiu homenagear o Professor Doutor Lamartine DaCosta como reconhecimento pelos 45 anos dedicados ao revigoramento dos Estudos Olímpicos a partir dos Jogos Olímpicos do México. Esta homenagem terá lugar no dia 8 de setembro próximo em Mainz também com apoio da Universidade Autònoma de Barcelona, na qual ele assumiu a cátedra de Estudos Olímpicos em 2006.

O simpósio na Alemanha está sendo organizado para realçar a postura inovadora de Lamartine DaCosta no esporte em geral e nos Estudos Olímpicos em particular, como também enfatizar  a tradição internacionalista do Movimento Olímpico, na qual o pesquisador brasileiro tem se destacado. O exemplo internacionalista de Lamartine DaCosta tem como base sua função de professor na Academia Olímpica Internacional, na Grécia, onde atuou de 1992 a 2006. A partir desta função participou do Conselho de Pesquisas do COI, em Lausanne (Suiça), como membro entre 2001 a 2008, e do Conselho Técnico da World Anti-doping Agency (Montral-Canada) no período 2000-2007.

Nos dias presentes, Lamartine DaCosta participa de um projeto de elaboração de livro coletivo sobre Estudos Olímpicos junto à Universidade do Esporte de Beijing (China) em associação com a Dra. Ana Miragaya da Universidade Estacio de Sá; atua como membro do Conselho Acadêmico da Russian International Olympic University (Sochi-Russia); além de exercer atividades de pesquisador visitante na University of East London, em Londres (Reino Unido).

No Brasil, ele foi o primeiro presidente e fundador da Academia Olímpica Brasileira, órgão do COB, entre 1991 e 1998, além de criar o Centro de Estudos Olímpicos da Universidade Gama Filho no mesmo período. Atualmente, Lamartine DaCosta está vinculado à Universidade do Estado do Rio de Janeiro onde lidera um projeto de pesquisas sobre valores olímpicos e o futuro dos Jogos Olímpicos, uma iniciativa do COI  em vista da sua próxima reforma administrativa.  

Enfim, por todas essas realizações, o  nosso homenageado com vida aberta para o mundo, pode dizer com autoridade que o esporte tem sido sempre essencial!

 

banner_homage_to_lamartine_i_n_mainz._400

Fotos: Míriam Jeske

Leia também uma entrevista exclusiva com Lamartine DaCosta


Fatal error: Call to a member function getLink() on a non-object in /home/storage/a/b4/92/memoriaolimpicabrasi/public_html/incs/coluna_direita_noticias.codigo.php on line 27